ACM vence Prémio de Serviço Público das Nações Unidas - CNAIM distinguidos pela experiência de governança intersetorial

29-05-2019
O ACM venceu o Prémio de Serviço Público das Nações Unidas, o mais prestigiado reconhecimento internacional de excelência em serviços públicos, pela experiência de governança intersetorial dos seus Centros Nacionais de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM), criados, em 2004, para dar resposta às diferentes necessidades dos migrantes no seu processo de integração em Portugal. A cerimónia de entrega dos prémios irá decorrer a 24 de junho, Dia do Serviço Público da ONU, em Baku, República do Azerbaijão.
Este prémio distingue as conquistas e contribuições criativas de instituições de serviço público de todo o mundo, conducentes a uma administração pública mais eficaz e com maior capacidade de resposta. Através desta competição anual, o Prémio do Serviço Público da ONU visa promover o papel, o profissionalismo e a visibilidade deste setor.
O trabalho dos CNAIM foi já distinguido, em 2005, com o 1.º lugar do Prémio Boas Práticas no Setor Público, na categoria Atendimento a Clientes, promovido pela Deloitte e pelo Diário Económico, tendo ainda sido considerado, em 2004, exemplo de uma Boa Prática, no "Manual de Integração para Decisores Políticos e Profissionais", pela Direção-Geral para a Justiça, Liberdade e Segurança da Comissão Europeia.
Os CNAIM são cofinanciados pelos Fundos Europeus, Estruturais e de Investimento (FEEI), através do Portugal 2020, por via do Fundo Social Europeu (FSE - Programas Operacionais Inclusão Social e Emprego, Programa Operacional Regional de Lisboa e Programa Operacional Regional do Algarve) e do FEDER (Programa Operacional Compete 2020).
O Dia do Serviço Público da ONU pretende celebrar o valor e a virtude do serviço público para a comunidade, bem como destacar a sua contribuição no processo de desenvolvimento, reconhecer o trabalho dos seus funcionários e incentivar os jovens a seguir carreira neste setor. Desde a primeira Cerimónia de Prémios, realizada em 2003, as Nações Unidas têm recebido um número crescente de inscrições de todo o mundo.

Comentários

    Ainda não há comentários. Insere o teu comentário